Planta medicinal Capim-cidreira-fino
Autor: Eduardo Maia
  Publicado em: 04/08/2022
  Alterado em: 04/08/2022
Vizualizações: 42


Conheça as propriedades medicinais do Capim cidreira fino (Elionurus muticus)



NOME BOTÂNICO: Elionurus muticus (Spreng.)Kuntze.
FAMÍLIA: Poaceae
NOME POPULAR:
Capim-cidreira, capinzinho-cidreira, capim-cidreira-fino, capim-limão-fino, capim-carona
DESCRIÇÃO BOTÂNICA:
É uma gramínea cespitosa de folhas filiformes. 
FITOQUÍMICA:
Composição química do óleo essencial de espécies de Elionurus muticus coletadas no Pantanal brasileiro: (E)​-​Caryophyllene, Myrcene, Limonene, alfa-gurjunene, Viridiflorol, α-​Patchoulene, Ledol, Caryophyllene oxide, Acorenone, Spathulenol, α-​Humulene, Bicyclogermacrene, epi-​β-​Santalene, β-​Elemene, 9-​epi-​trans-​Caryophyllene, trans-​β-​Guaiene, d-​Cadinene.
MARCADOR:
Informação não encontrada na literatura citada.
ALEGAÇÕES:
Esta planta é usada popularmente como medicinal e aromática, tendo sido considerada as propriedades sudoríficas e de baixar a febre, além das atividades antioxidante e antibacteriana. Em Fraiburgo (SC), o chá do capim-cidreira-fino é usado como digestivo, para gripes e resfriados.
PARTE UTILIZADA: Folhas
VIA DE ADMINISTRAÇÃO: Oral
USO: Adulto
POSOLOGIA E FORMA DE USAR:
Infusão: para uma xícara colocar 1 colher de sopa de folhas , verter água quente sobre as folhas , abafar 15 min., coar e tomar. Toma-se 2-3 xícaras ao dia.
FORMULAÇÕES CASEIRAS:
Informação não encontrada na literatura citada.
CONTRAINDICAÇÕES:
Informação não encontrada na literatura citada.
EFEITOS ADVERSOS:
Informação não encontrada na literatura citada.
CURIOSIDADE E INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES:
O composto do óleo essencial Citral é uma mistura dos dois isômeros geométricos, geranial e neral. Este composto tem um forte odor cítrico e que desencadeia o maior interesse em relação a Elionurus muticus , devido à sua ampla utilização como aromático, na indústria alimentícia e cosmética.
O Citral foi utilizado como matéria-prima na indústria farmacêutica para sintetizar uma série de ionona. Beta-ionona foi especificamente usado para sintetizar a vitamina A.
A alta demanda por óleo essencial com alto teor de citral, atualmente fornecido pelo capim-limão (Cymbopogon citratus), incentiva o uso de Elionurus muticus como uma alternativa para a extração de óleo.
A presença de neral e geranial (Citral) em Elionurus muticus só foi detectado para as populações do sul do Brasil, enquanto que nas restantes regiões brasileiras só canfeno (11,5%), E-cariofileno (17,9%) e espatulenol (18,6%) foram relatados como os principais componentes do óleo (Scramim & Saito, 2000).
O óleo essencial de outra espécie, o Elionurus candidus é usado como aromatizante em cosméticos e produtos de limpeza doméstica.
O Elionurus muticus não é adequado para a alimentação do gado uma vez que o seu sabor amargo é transmitido para o leite; no entanto, as plantas jovens podem ser comidos.
Citral foi relatado para Elionurus por outros autores, mas estes compostos foram mais freqüentes na Argentina e no Uruguai (Mevy et al, 2002;. Cacciabua et al, 2005;. Kolb et al, 2006;. Sabini et al, 2006.). Estudos realizados no Brasil têm se concentrado na Região Centro-Oeste e até o momento não há relatos sobre a presença de Citral nas plantas estudadas nestas regiões (Scramim et al, 2000; Hess et al, 2007). No estudo de Fuller et al.(2010), as plantas foram coletadas no estado do Rio Grande do Sul, onde as condições climáticas são semelhantes aos de Argentina e Uruguai por causa da localização geográfica. Estas condições (regiões mais frias) provavelmente favorecem a produção destes compostos.
Alguns autores concluíram que a variabilidade nas concentrações dos compostos fenólicos é dependente do meio ambiente e do genótipo da planta.
Outros autores concluíram que essa variação na quantidade de Citral é devida a fatores genéticos e não ambientais (Martins, 2004).
REFERÊNCIAS:
Chagonda, Lameck S.; Chalchat, Jean-Claude; Bessiere, Jean-Marie – “Constituents of the root essential oil of cultivated Elionurus muticus (Spreng.) Kunth from Zimbabwe”- From Analytical Chemistry Letters (2012), 2(3), 177-181. | Language: English, Database: CAPLUS – Acesso 8 Jul 2014.
Fuller, T. N.; Tessele, C.; Barros, I. B. I.; Barbosa Neto, J. F. “Phenotypical, phytochemical and molecular characterization of “capim-​carona” [Elionurus muticus (Spreng.) Kuntze] populations” – From Revista Brasileira de Plantas Medicinais (2010), 12(3), 261-268. | Language: English, Database: CAPLUS- Acesso 8 Jul 2014.
Hess, Sonia C.; Peres, Marize T. L. P.; Batista, Ana L.; Rodrigues, Janaina P.; Tiviroli, Soraia C.; Oliveira, Luis G. L.; Santos, Cicero W. C.; Fedel, Lis E. S.; Crispim, Sandra M. A.; Smania, Artur, Jr.; et al. -” Evaluation of seasonal changes in chemical composition and antibacterial activity of Elyonurus muticus (Sprengel) O. Kuntze (Gramineae)”. Quimica Nova (2007), 30(2), 370-373. | Language: Portuguese, Database: CAPLUS – Acesso 8 Jul 2014.
Scramin, Shirlei; Saito, Maria Lucia; Pott, Arnildo; Marques, Marcia Ortiz Mayo – Essential oil of Elyonurus muticus (Sprengel) O.Kuntze (Gramineae)- From Journal of Essential Oil Research (2000), 12(3), 298-300. | Language: English, Database: CAPLUS – Acesso 8 Jul 2014.
MARTINS, M. B. G. et al. Caracterização anatômica da folha de Cymbopogon citratus (DC.)Stapf (Poaceae) e perfil químico do óleo essencial. Revista Brasileira de Plantas Medicinais. v.6, n.3, p.20-29, Botucatu, 2004.
http://www.tropicos.org/Name/25528049?tab=acceptednames – Acesso 8 Jul 2014.


Gostou desse conteúdo? Então compartilhe!

Eduardo Maia
Farmacêutico Especialista em Fitoterapia Clínica pela UFSCar.
Profissional com sólida formação em pesquisa e inovação.
Atua como professor digital na área de fitoterapia.